Chegou o PIX Equatorial. Aproveite essa facilidade.

Equatorial Pará orienta sobre cuidados com acidentes elétricos em época de enchente

Nas situações emergenciais, os clientes podem entrar em contato com a distribuidora por meio da Central de Atendimento no 0800 091 0196, que funciona 24 horas

Nesta época do ano, a região oeste do Pará sofre com a cheia dos rios Amazonas e Tapajós. A situação influencia, inclusive, para o estado de emergência em vários municípios, como Santarém que teve o alerta declarado nesta quarta-feira, 27, pela Defesa Civil Municipal. Diante deste cenário, a Equatorial Pará alerta sobre os cuidados relacionados à eletricidade, especialmente em casos de inundações, alagamentos e descargas atmosféricas. 

Em primeiro lugar, deve-se ter atenção com as instalações elétricas internas da residência, sempre tendo o cuidado de utilizar materiais adequados e com qualidade comprovada. Outra dica é não utilizar equipamentos elétricos que estiverem molhados ou em locais inundados, pois estes fatores aumentam o risco de choque. 

Quando a água invade as residências e chega até o nível das tomadas, é necessário desligar o disjuntor imediatamente. Quando chegar o momento de religar, deve-se chamar um profissional qualificado antes para fazer a revisão do local. 

Em acidentes com placas, telhas ou árvores sobre a rede elétrica, deve-se comunicar imediatamente a distribuidora de energia por meio dos canais de atendimento (0800 091 0196), pois somente um profissional habilitado pode fazer a troca da fiação. 

Conforme levantamento apresentado pela Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel), o Pará foi o estado da região Norte com o maior número de mortes em 2021. Foram 27 óbitos, causados por choques elétricos. A maioria motivada por intervenções indevidas na rede e falta de manutenção nas instalações internas das residências, de responsabilidade do proprietário. Em todo o país, foram 157 acidentes, dentro das residências.  

Para o executivo da Área de Segurança da Equatorial Pará, Alex Fernandes, no contexto de enchentes, o risco de choques elétricos aumenta ainda mais, pois a água é um grande condutor de eletricidade.

“Um fio descascado em um alagamento pode ser fatal. Além disso, as tomadas submersas pela água apresentam perigo de curto-circuito”, alerta. 

PARA NÃO CORRER RISCO: 

– Não faça uso de benjamins. Prefira os filtros de linha; 

– Evite goteiras perto de instalações elétricas, pois água conduz energia; 

– Retire da tomada equipamentos eletrônicos mais sensíveis em período de fortes chuvas com descargas atmosféricas; 

– Ao primeiro sinal de alagamento, móveis e eletrodomésticos devem ficar fora do alcance da água; 

– Não fique em áreas descampadas debaixo de chuva; 

– Procure ficar protegido da água e não andar em áreas alagadas onde existem bueiros; 

– Em caso de cabos elétricos no chão, a orientação é manter distância e entrar em contato com Equatorial Energia Pará.

Programa de Incentivo à Redução Voluntária do Consumo de Energia Elétrica

Agora você pode receber um desconto na conta de luz caso atinja sua meta de redução de consumo.